Os serviços da Foundation Medicine® são indicados para todos os tipos de câncer sólidos e hematológicos.

Para os tumores sólidos, recomenda-se o FoundationONE® CDx, enquando para as neoplasias hematológicas e sarcomas, o FoundationONE® Heme. Para os tumores sólidos em que não houver amostra do tecido (obtida através de biópsia), pode ser realizado o FoundationONE® Liquid, que avalia o DNA circulante do tumor (o que pode também ser chamado de "biópsia líquida").

Nesse portal científico, selecionamos exemplos de dados em alguns dos mais comuns tipos de câncer, como: câncer de Pulmão, Mama e Cólon, além de artigos que demonstram a acurácia dos serviços da Foundation Medicine®.

Se você for um profissional da saúde e quiser solicitar as publicações na íntegra, entre em contato com brasil.faleconosco@roche.com

Durante a última década, o número de genes potencialmente relacionados ao câncer aumentou de forma considerável7-9, 11-14

Também têm sido desenvolvidas terapias que têm como alvo as alterações moleculares encontradas nas células cancerígenas, as terapias-alvo. Desta forma, mesmo sendo uma área ainda em desenvolvimento, determinar as alterações genômicas particulares de cada câncer favorece o desenvolvimento de terapias-alvo, direcionadas pelos biomarcadores encontrados4,29,30

swipe

Alterações Genômicas no Câncer de Mama

Em um estudo recente no qual foram realizadas mais de 8 mil biópsias de câncer de mama, mais de 80% das pacientes com câncer de mama que realizaram a análise abrangente do perfil genômico, tiveram pelo menos uma alteração genômica identificada, no qual foram realizadas mais de 8 mil biópsias de câncer de mama.22

swipe

A identificação de alterações genômicas pode apoiar a tomada de decisão clínica
Um estudo constatou que, para pacientes com câncer de mama metastático, a terapia direcionada com base em alterações genômicas é viável, com uma potencial terapia personalizada identificada por 13% dos pacientes (n=55/423).31
As terapias correspondentes ao perfil genômico do paciente podem levar a melhores desfechos
Por todos os tipos de câncer, incluindo câncer de mama, uma abordagem personalizada de tratamento mostrou resultar em desfechos significativamente melhores, com pacientes obtendo um benefício clínico maior de sua terapia direcionada quando comparados àqueles que recebem um tratamento não personalizado.31-33
Referências

4. Frampton GM et al. Nat Biotech 2013; 11:1023–1033;

7. Vogelstein B et al. Science 2013; 339:1546–1558.

8. Hirsch FR et al. Lancet 2016; 388:1012–1024.

9. Pao W and Girard N. Lancet Oncol 2011; 12:175–180.

11. Pao W and Hutchinson KE. Nat Med 2012; 18:349–351;

12. Wheeler DA and Wang L. Genome Research 2013; 23:1054–1062;

13. Tamborero D et al. Sci Rep 2013; 3:2650.

14. Drilon A et al. Clin Cancer Res 2015; 21:3631-3639;

22. Ross JS et al. Gynecol Oncol 2013; 130:554–559;

29. Jordan EJ et al. Cancer Discov 2017; 6:596–609.

30. Aitken M et al. Global Oncology Trend Report 2015. Disponível em: http://keionline.org/sites/default/files/IIHI_Oncology_Trend_Report_2015.pdf (Acessado em dezembro de 2017).

31. Andre F et al. Lancet Oncol 2014; 15:267–274.

32. Yuan Y et al. Oncotarget 2017; 8:26414–26423.

33. Schwaederle M et al. JAMA Oncol 2016; 11:1452–1459.